sexta-feira, 20 de novembro de 2009

O colega de trabalho em Curitiba

Ela chegou em casa! Lembram que ela ia pro hotel onde o colega dela estava hospedado? Pois é! Após a confraternização na empresa, onde rolou mãos nos seios dela e alguns amassos, ela deu carona até um lugar que ele precisava ir. Durante o trajeto, ele queria ficar massageando a bucetinha da minha mulher e pediu a ela que abrisse o zíper de sua calça. Ela abriu e ele ficou apalpando e acariciando a xoxotinha dela, enquanto ela dirigia por Curitiba. Não sei como ela conseguiu dirigir! Como descobri isso? Quando ela chegou ela me disse: Coloque o seu dedo na minha bucetinha puxando desde trás até a frente! Vi que sua xaninha estava, além de inchada, bem molhada. Ela me disse que foram no hotel, mas que não deu pra rolar nada, porque havia um parente "empata foda" que estava esperando o cara. Talvez eles se encontrem amanhã antes dele viajar. Perguntei a ela se ela estava afim de dar pro cara. Ela me disse que sim. Não sei se amanhã vai dar pra ela sair com o cara (devido ao nosso cotidiano), mas sei que, de noite, independentemente se ela sair com ele, quero ver ela gemendo na vara de algum macho que ela se simpatize pelo MSN (entraremos daqui a pouco juntos). Lembrem-se: ela gosta de ser conquistada, paquerada, paparicada. Caso a conquistem, o que ela gosta mesmo, depois de ser conquistada, é de um macho com pegada forte que adore as preliminares!

2 comentários: